Por: AYRTON DIAS

31/05/2021

17:31:22

REGIÃO SERRA & MAR, A DIVERSIDADE COMO ATRATIVO PRINCIPAL

REGIÃO SERRA & MAR, A DIVERSIDADE COMO ATRATIVO PRINCIPAL
O turista atual não contenta-se apenas em admirar a paisagem e sim ser protagonista de sua própria história. A busca por novas sensações alimenta um processo contínuo que faz com que surjam cada vez mais alternativas para atender essa demanda. A integração regional, através da sua diversidade, tem contribuído para o surgimento de novas opções de turismo. No detalhe: Mirante do Soberbo, Teresópolis - Foto: Êxito Rio

O Brasil está sendo descoberto pelos brasileiros e essa nova demanda tem sido muito positiva, permitindo mais investimentos para o turismo, dinamizando a economia e gerando renda e trabalho para mais de cinquenta atividades profissionais que acabam beneficiando-se com o setor. Por ter grande valor agregado essa “indústria” vem firmando-se como grande alternativa econômica para um país de grandes dimensões e rico em belezas naturais como o nosso. Totalmente sustentável, o turismo ajuda a desenvolver as áreas da educação, transporte, infraestrutura, segurança, mobilidade urbana entre outras, proporcionando às comunidades dos destinos turísticos avanços significativos também no aspecto social. O setor turístico, que vem crescendo no país de maneira impressionante, passou a atrair os olhos do mundo, principalmente em função da boa imagem gerada pela realização da Copa do Mundo e Olimpíadas há alguns anos.

A descoberta do Brasil pelos brasileiros amplia ainda mais as possibilidades no mercado internacional! A grande movimentação de pessoas internamente faz com que haja um aperfeiçoamento no atendimento ao turista e essa demanda vem possibilitando o surgimento de novos atrativos. Dessa forma, não são apenas os destinos turísticos consagrados que beneficiam-se com o interesse dos brasileiros em conhecer o próprio país. Esse processo contínuo faz com que surjam cada vez mais alternativas, tornando o Brasil ainda mais competitivo no mercado do turismo mundial, e a integração regional tem contribuído muito nesse sentido! 

Niterói: Um novo polo turístico

O estado do Rio de Janeiro é rico em atrativos turísticos, a começar pela capital! Eleita como um dos destinos mais bonitos do mundo e a “porta de entrada” do turismo brasileiro, a Cidade Maravilhosa’ é uma atração internacional. Além disso, o entorno desse representativo cartão postal do turismo brasileiro é muito rico. 

Devido a alta qualidade de vida da sua população, que conta com uma grande concentração de pessoas nas classes A/B e que tem o hábito de viajar muito, Niterói é tradicionalmente um município emissor do turismo que contribui de maneira decisiva para a integração regional. A "Cidade Sorriso", que sempre destacou-se no cenário turístico justamente por essa característica, vem despontando também como um importante destino turístico.


Além da grande beleza natural, Niterói oferece a possibilidade de se praticar esportes náuticos, ecoturismo e esportes radicais - no detalhe a Praia de Piratininga, localizada na Região Oceânica da cidade - Foto: Êxito Rio

A proximidade do Rio, que durante muito tempo foi um verdadeiro empecilho para o turismo niteroiense, atualmente tem sido fundamental para seu desenvolvimento e a integração com a capital fluminense tem gerado bons frutos. Além da grande beleza natural, Niterói oferece a possibilidade de praticar-se esportes náuticos, ecoturismo e esportes radicais, dispondo também de aspectos culturais, como por exemplo o sítio arqueológico em Itaipu, o famoso Teatro Municipal e as obras de Oscar Niemeyer. Em “terras de Araribóia” o que não faltam são opções de lazer.  Não pode-se deixar de destacar também o bom acolhimento que o município oferece aos portadores de necessidades especiais. Vale registrar os avanços obtidos nessa área que vem tornando Niterói além de um importante celeiro de atletas com expressivas conquistas em paralimpíadas, destino turístico certo para esse público.

Subindo a serra a caminho do céu

A Costa do Sol e a Região Serrana oferecem um cenário rico em diversidade e repletos de bons motivos para praticar-se  um turismo em altíssimo nível. O clima ameno e a tranquilidade das serras, associados a hospitalidade e famosa gastronomia, sempre foram muito atraentes. Desde a época de Dom Pedro II, a serra sempre foi uma ótima opção para quem quer fugir do calor durante o verão. Por esse motivo foi criado o município de Petrópolis, um local que era muito frequentado pela família imperial. A Região Serrana sempre foi muito apreciada por cariocas que até hoje mantêm casas de veraneio na região. 

Com clima agradável a Região, dotada de famosos restaurantes e pousadas aconchegantes, no inverno fica ainda mais especial com seus festivais que animam todas as cidades. Já no verão, rios, cachoeiras e trilhas são muito convidativos para a prática do ecoturismo. A Serra Carioca é berço do montanhismo nacional e possui a travessia mais famosa do país, a Petrópolis - Teresópolis no Parque Nacional da Serra dos Órgãos.

A Região Serrana também assume papel de preponderância em função da qualidade de vida que proporciona a seus moradores, turistas e visitantes. Cientes disso, gestores públicos e empresários criaram o MercoSerra, uma agência de desenvolvimento para consolidar a Serra Carioca como uma das principais atrações do turismo nacional.

Nesse ambiente de prosperidade, Nova Friburgo - a “Princesinha da Serra”-  desponta como um município de clima ameno, natureza exuberante, ótima gastronomia, notória hospitalidade e muito bem localizado no centro-norte fluminense. A cidade, que conta com a influência de 10 países colonizadores, tem uma grande tradição turística e ocupa lugar de destaque no cenário do turismo estadual.

Nova Friburgo está situada no “coração do estado” e é passagem para chegar-se a vários municípios do interior. Em função disso, transforma-se em um destino quase que obrigatório para quem quer conhecer as belezas do nosso estado.



Nova Friburgo é repleta de atrativos, a começar pelos seus rios e cachoeiras. No detalhe o Rio Macaé - Foto: Regina Lo-Bianco 


Tanto mar, tanto mar 

A Costa do Sol, usualmente conhecida como Região dos Lagos, engloba os municípios de Araruama, Armação dos Búzios, Arraial do Cabo, Cabo Frio, Carapebus, Casimiro de Abreu, Iguaba Grande, Macaé, Maricá, Quissamã, Rio das Ostras, São Pedro da Aldeia e Saquarema. A Região conta com inúmeras lagoas e praias belíssimas, desde as de enseadas, com águas calmas, às de mar aberto, compondo um litoral propício à prática de esportes náuticos em geral. 

A Região vem desenvolvendo-se e aperfeiçoando a capacidade de atender a um público cada vez mais exigente! Além das inúmeras praias, a gastronomia da região também passou a ser um grande atrativo. Com seus restaurantes, que vão dos mais simples - que especializaram-se em servir peixes e frutos do mar - aos mais requintados com qualidade internacional, a baixada litorânea além de atrair a atenção dos apreciadores da boa mesa, passou a despertar também o interesse dos adeptos da vida noturna. Com suas várias boates e danceterias, as noites na Costa do Sol passaram a ser muito movimentadas com um grande fluxo de pessoas jovens e bonitas em clima de muita “azaração”.

O turismo é responsável por uma grande parcela do PIB da Região que, principalmente durante o verão, recebe um enorme número de pessoas. Para garantir o acesso dos turistas e visitantes, a Via Lagos é a principal via terrestre e a Costa do Sol conta ainda com dois aeroportos: o internacional de Cabo Frio e outro para aeronaves de pequeno porte localizado em Armação dos Búzios.

Apesar de ser tradicionalmente um dos destinos mais procurados do país por estrangeiros, Búzios mais do que nunca tem recebido o turista brasileiro. Cada vez mais o município investe em participações em feiras nacionais visando atrair um maior número de turistas e a invasão “verde e amarela” tem sido uma verdadeira conquista. A antiga tradição deu lugar a um novo cenário, onde turistas não só do próprio estado como também de várias partes do país apresentam-se de maneira muito expressiva no famoso balneário.

A política de integração regional tem obtido bons resultados na Costa do Sol. As ações conjuntas das Secretarias de Turismo de Búzios, Cabo Frio, São Pedro da Aldeia e Arraial do Cabo possibilitaram a abertura de linhas aéreas para o aeroporto de Cabo Frio, que favoreceram com ao turismo na região. Esse é mais um bom exemplo de como a união, realmente, faz a força trazendo benefícios para todos. 


Búzios tem atraído cada vez mais turistas brasileiros. No detalhe, "Os três pescadores", esculturas produzidas pela artista plástica Christina Motta. Foto: Êxito Rio

Estrada Serramar, um verdadeiro eixo turístico 

A RJ-142 tem 61 quilômetros de extensão e é conhecida como Estrada Serramar. Ela faz a ligação entre os municípios de Nova Friburgo e Casimiro de Abreu. Dividida em dois trechos, sendo o primeiro de 26 quilômetros (Mury-Lumiar) e o segundo trecho, com 35 quilômetros de extensão( Lumiar-Casimiro de Abreu) leva a BR 101, reduzindo em mais de 100 quilômetros a distância entre Nova Friburgo e os principais destinos da Costa do Sol.

Por ser muito sinuosa e sem acostamento, requer atenção redobrada por parte do condutor do veículo, principalmente à noite. Foi Inicialmente projetada para ser uma estrada-parque, mas infelizmente a ideia não foi concretizada, fazendo com que os veículos de passeio tenham que trafegar juntamente com ônibus e caminhões. Em boa parte da estrada os celulares não captam sinal e há falta de telefones públicos e de um pronto atendimento em caso de sinistro. Apesar da péssima manutenção, a estrada é belíssima e vale o passeio pela região que é cercada de muito verde, montanhas e rios de águas cristalinas.

A Integração regional beneficia a todos! O segredo para alcançar-se eficiência no setor turístico é o fluxo de pessoas,. isso que resulta no aperfeiçoamento do atendimento e faz com que os preços praticados não sofram variações tão bruscas em relação a alta/baixa temporada, ocasionando tarifas, em média, mais baratas. Em qualquer destino do mundo apenas aproximadamente  20% da demanda é oriunda do "turismo de longa distância". O fluxo regional é o caminho mais curto para que o empresariado tenha sustentabilidade em seus negócios.  


Publicidade

Friweb Agência Digital
ÊXITO RIO
ÊXITO RIO
Últimos vídeos postados

GASTRONOMIA

VALE A PENA VER DE NOVO: OS SABORES DA
VALE A PENA VER DE NOVO: OS SABORES DA (...)
O empresário niteroiense Emerson Pelegrinelli, proprietário da boutique de carnes "Santa Carne" na Região Oceânica de Niterói, fala sobre cortes especiais e (...)

HISTÓRIA

NOVA FRIBURGO, A SUÍÇA BRASILEIRA?  (PARTE 4))
NOVA FRIBURGO, A SUÍÇA BRASILEIRA? (PARTE (...)
Neste último episódio da série de programas, o professor Ricardo Costa fala do Movimento operário e as greves do século XX em Nova (...)