12/09/2011 - 16:42h

Festival Internacional de Dança de Cabo Frio consolida-se no universo da arte

Cabo Frio

O VII Festival Internacional de Dança de Cabo Frio, realizado entre os dias 7 e 11 de setembro, foi um verdadeiro show de beleza, magia e entretenimento. Os bailarinos desafiaram a gravidade e encheram os olhos da plateia que vibrou com suas performances e respondeu com suspiros, gritos e aplausos calorosos.

O Festival também proporcionou aos bailarinos a oportunidade de aprimorarem seus movimentos nos cursos de técnica masculina, ballet clássico intermediário e avançado, técnica de pontas, dança contemporânea, jazz e dança de rua, além de oferecer um espaço único para a troca de experiências.

A Prefeita em exercício, Delma Jardim, cumprimenta bailarinos premiados no festival - Clique na foto para ampliar
Clique na foto para ampliar
A Prefeita em exercício, Delma Jardim, cumprimenta bailarinos premiados no festival (Foto: Marcos Homem)

Nas mostras competitivas, coreógrafos e bailarinos de todas as idades estavam ávidos para apresentarem ao público as suas criações e desempenho em diversos gêneros e categorias, mas antes precisavam passar pela avaliação criteriosa dos jurados. E o público soube reconhecer a qualidade das apresentações. Muitos dos que vibraram na platéia podiam não ter o conhecimento técnico, mas souberam julgar muito bem a emoção e o encanto que a dança provoca.

A Prefeita em exercício, Delma Jardim, cumprimenta bailarinos premiados no festival - Clique na foto para ampliar
Clique na foto para ampliar
A Prefeita em exercício, Delma Jardim, cumprimenta bailarinos premiados no festival (Foto: Marcos Homem)

O exigente corpo de jurados da sétima edição do Festival Internacional de Dança de Cabo Frio foi composto por nomes renomados e respeitados na dança nacional e internacional como a figurinista Tânia Agra, presente em todas as mesas julgadoras; o homenageado de 2011, coreógrafo Oswald Berry; e os profissionais Beatriz de Almeida, Alex Neoral, Bia Mattar, Edy Wilson, Flávio Sampaio, Luis Arrieta, Octávio Nassur, Raul Candal, Toshie Kobayashi e a lenda viva da dança de salão, Mário Jorge.

Delma Jardim ao lado dos organizadores do evento - Clique na foto para ampliar
Clique na foto para ampliar
Delma Jardim ao lado dos organizadores do evento (Foto: Divulgação)

O evento contou com a curadoria de Tíndaro Silvano, bailarino, coreógrafo e maitre de ballet que, com seu profissionalismo, administrou com perfeição as diversas situações cotidianas, promovendo integração entre organizadores e participantes e valorizando todas as vertentes da dança.

Tíndaro destacou o talento brasileiro “Nós temos uma gama enorme de gente talentosa por causa da nossa influência africana, caribenha, da religião, da música barroca. A gente tem uma formação inata, rítmica, muito forte. Temos os primeiríssimos bailarinos brasileiros em Companhias como American Ballet Theatre, Royal Ballet, Balé Real da Dinamarca, enfim, companhias da Europa e dos Estados Unidos. E aqui, no Festival de Cabo Frio, estamos identificando grandes promessas para o mundo da dança”, afirmou o curador.

O Festival foi encerrado após a premiação especial e contou com a presença do Chefe de Gabinete da Secretaria Municipal de Turismo, Fernando Lima, representando o secretário da pasta, Paulo Massa, e da Prefeita em exercício, Delma Jardim, que fez a entrega do prêmio "Dança Cidadã" à Cia Dançando o Sete. O prêmio especial é destinado à Escola de Dança cabofriense que atinge a maior pontuação, com nota acima de 9,0.

Números do festival

Nos cinco dias de festival, o Ginásio Poliesportivo Aracy Machado recebeu um público de três mil pessoas, diariamente. Participaram do evento 1,5 mil bailarinos, oriundos de 120 escolas de dança de quatro países. Entre os dias 7 e 11 de setembro, Cabo Frio recebeu dançarinos brasileiros de nove estados e mais de 50 cidades diferentes. Ao todo, o público foi contemplado com 30 horas de espetáculo que incluíram 347 coreografias e seis apresentações especiais. O evento tinha ainda uma feira que ocupou um espaço de 200 m²  e contou com 14 expositores, que expuseram diversos artigos como roupas, acessórios e sapatos especiais para a dança. Já os cursos, que somaram 32 horas, reuniram 115 alunos em sete modalidades.

Premiação Final

Revelação feminina (R$1.000,00): Cecília Helena - Grupo Cultural da Ilha - Rio de Janeiro

Revelação masculina (R$1.000,00): Hadriel Diniz Getúlio - Vortice Escola de Dança - Uberlândia - Minas Gerais

Melhor Bailarina - Troféu Cristina Martinelli (R$2.000,00) Giovana Siquieroli - Vortice Escola de Dança - Uberlândia - Minas Gerais

Melhor Bailarino - Troféu Cristina Martinelli (R$2.000,00) - Herik Moreira - Escola de Dança Petite Danse - Unidade Tijuca - Rio de Janeiro

Melhor Coreógrafo - Troféu Oswald Berry (R$3.000,00) - Wesley Ribeiro - Núcleo Artístico de Belo Horizonte - Minas Gerais, pelo conjunto da obra apresentada no Festival

Melhor Grupo (R$5.000,00) - Escola de dança Petite Danse Unidade Tijuca, pelo conjunto da abra apresentada no Festival.







Conheça outros canais do Portal Êxito Rio


. Alessandro Lo-Bianco
. Chico Vellozo
. Classificados
. Cultura & Música
. Educação
. Empregos
. Esportes
. Facebook
. Fotos
. Gastronomia
. George Dos Santos Pacheco
. Guia Empresarial
. Hotéis e Pousadas
. Imóveis
. Jogos On-line
. Mapa de Friburgo
. Miguel Toscano
. Música
. Newsletter
. Nova Friburgo
. Panopticon
. Piadas e Cia
. Pontos Turísticos
. Promoções
. Saúde Animal
. Twitter
. Vídeos
. Anuncie no Portal
. Fale Conosco